23/12/2013

Resenha: As Vantagens de ser Invisível

Se eu pudesse classificar o livro com apenas uma palavra, eu diria algum adjetivo de intensidade como maravilhoso, fantástico, emocionante ou todos eles juntos.
 Eu já tinha visto o filme antes e entrou para a lista dos Meus Filmes Favoritos de Todos Os Tempos e a trilha sonora também é incrível. Mas vamos ao livro.

Eu tenho alguma coisa, algum sentimento forte por livros que são baseados em cartas ou tem cartas envolvidas. O livro As Vantagens de Ser Invisível são as cartas de Charlie, um garoto de 15 anos que tem problemas para se relacionar, destinadas a um amigo anônimo. Exatamente por serem cartas para um amigo e por Charlie escrever do jeito que ele pensa e fala, é um livro de fácil compreensão

Durante todo o livro que é narrado no período do seu primeiro ano do Ensino Médio, Charlie tenta "participar", como o psiquiatra dele disse para ele fazer e, durante essas tentativas de ser mais social, ele conhece Sam e Patrick num jogo de futebol da escola, dois veteranos que se tornam seus amigos e lhe mostram um mundo de "sexo, drogas e rock'n'roll" o qual Charlie nunca havia conhecido.

Alguma coisa, que aconteceu entre Charlie e sua tia Helen se mantém oculta até o final do livro, mas com certeza, se você for bem minucioso na leitura e na interpretação do livro, dá pra sacar o que é. São detalhes que se encaixam perfeitamente num final que, com certeza, vai deixar você pensando por um bom tempo nas frases que ele fala ao longo do livro.

Vou deixar algumas frases ou alusões que eu mais gostei durante a leitura do livro.

 Quando Charlie pergunta para o professor dele por que as pessoas boas escolhem pessoas ruins para namorar e então ele responde: Nós só aceitamos o amor que achamos que merecemos.

 Quando Charlie escreve para o amigo que não tem nada melhor do que aquela respiração descontrolada depois de rir muito e que, a melhor dor é a dor na barriga depois de uma boa gargalhada.

 Quando ele jura que é infinito quando está com Sam e Patrick no túnel.

 O diálogo entre a Sam e o Charlie quando ela está arrumando as coisas pra ir para a faculdade e ela diz que ele tem que parar de colocar a vida das pessoas na frente da vida dele.

PS: A narrativa da passagem pelo túnel, no final do livro, é fantástica.

Espero que gostem do livro tanto quanto eu. Beijinhos da Gi!


3 comentários:

  1. Ai, eu fiquei com ainda mais vontade de ler o livro... O filme eu já vi e amei.

    Blog | Facebook

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li e nem assisti, mas estou querendo muito ver o filme pelo menos! O filme parce ser bem legal (o livro tbm) e td mundo fala q é bom, elogia e que gostou. O blog está sempre cada vez melhor, saudads de vc Gi! Feliz natal para vc, para a Larri Pink e para a Mari, amo vcs! Beijuuuus.

    www.avidadevicmihjanne.blogspot.com
    www.blogfaniquita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Hum, será que é bom msm? Eu tô com mt vontade de ler e assistir o filme, estão sempre falando que é ótimo como a Aila disse por isso eu quero poder assistir o quando antes! O blog está super legal, sdd de vcs meninas e feliz natal para vcs! Bjas (eu inventei esse jeito de falar BEIJO por que é uma mistura do famoso BJ abreviatura de beijo e AS que são as iniciais do nome da minha, tipo, celebridade favorita Anna Sophia Robb). Tchauzinhoo.

    www.depoisdos14anos.blogspot.com
    www.vidadeadolescentesdm.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sejam bem vindos ao MTW. Os comentários passarão pela aprovação da dona antes de serem postados.
Sempre retribuo, apenas deixe seu link no final dos comentários.

© Moda Teens World 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis